sábado, 16 de julho de 2011


Tudo continua estranho em mim...
Lembranças, saudades, inquietação.
Tudo ainda mexe comigo, eu sou um fantasma em mim.
Continuo com medo de tudo, com medo do mundo.
E tudo ao meu redor gira como um disco desconhecido.
Não quero para de olhar, só quero parar de sentir...
Sentir você que acaba comigo, mesmo me deixando só.


Sentir você que não importa com o meu sorriso.
Sentir você que acha que tudo é brinquedo.
Os meus sonhos pra mim não se passam de meras histórias infantis...
Continuo com medo de tudo, com medo do mundo.
Com meu do meu mundo...
Tudo continua estranho em mim...
Ilusão, dor, choro...
As lágrimas sumiram e não me vejo mais no espelho...
A minha sombra foi embora, deve está a sua procura.
Parei de sentir, e o que resta de mim?
...decepções e os pedaços da minha alma.
Reações:

Um comentário:

  1. Estou me identificando e curtindo muitos seus textos garoto. Posta mais aqui!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.