quarta-feira, 10 de setembro de 2008


Há sempre uma razão pra todos os acontecimentos da vida. Razões essas que podemos preservar e também podemos não dar a minima. Quando nosso coração se parte, sentimos coisas que nunca imaginamos que sentiriamos. Coisas estranhas que vem de dentro de mim, que vem da minha alma. Não entendo porque tanta coisa me assola, me sinto um adolescente esquecido. Mas será que esquecido seria mesmo o termo que eu deveria usar? No momento em que minh'alma grita, clama, esperneia, explode, não sei mas o que fazer a respeito de tudo aquilo que se passa dentro de mim. Achei que fosse coisa da alma, mas acho que tudo isso vem do fundo do meu coração.
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.